O conteúdo desta página requer o Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

TESES E DISSERTAÇÕES


DISSERTAÇÕES DEFENDIDAS (ProPEd-UERJ)

Disponíveis em: http://www.proped.pro.br
(Link Dissertações e Teses)


DISSERTAÇÕES

2016
KARINA LIMA BRITO. Os desdobramentos da substituição tecnológica no Município do Rio de Janeiro. Bolsa CNPq.

2015
KAROLINY BÁRBARA BICHARA MENEZES DA COSTA. O trabalho docente e as tecnologias no Programa Ginásio Experimental Carioca. Bolsa CNPq.

2012
MARTA PATRÍCIA PEIXOTO DUARTE DE DECO. A Leitura das Salas. (Sem bolsa/professora da rede municipal).

2011
CARLOS EDUARDO REBUÁ OLIVEIRA. Mafalda na aula de História: a crítica aos elementos característicos da sociedade burguesa e a construção coletiva de sentidos contra-hegemônicos. Bolsa CNPq.

2009
FERNANDA GABRIEL MENDES. O “internetês” vai à escola? Bolsa: CNPq.

IVONICE MARIA DA ROCHA. A contribuição do Projeto Escolas-Referência para a incorporação das tecnologias da informação e da comunicação no cotidiano da prática pedagógica de professores. (UEMG - MINTER) Bolsa: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais.

2008
MÁRCIA REGINA DE OLIVEIRA FERNANDES. As tecnologias no imaginário e no cotidiano de professores. (Sem bolsa/professora da rede estadual).

2007
JOSÉ MARCELO ALENCAR DE OLIVEIRA. Tecnologias, sociedade e educação. Bolsa: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ, Bolsa Nota 10).

2006
CLÁUDIA DE SOUZA CAVALCANTI. Computador: o objeto e suas representações. (Sem bolsa/professora da rede municipal).

TESES

2016
ISA FERREIRA MARTINS. O ensino da produção textual na escola pública contemporânea: entre a formatação e a formulação. (Sem bolsa/professora da rede estadual).

2013
CAROLINE DUARTE LOPES DE BORBOREMA. Discursos na/da educação profissional e tecnológica: desafios político-curriculares para os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. Início: 2010.

DOSTOIEWSKI MARIATT DE OLIVEIRA CHAMPANGNATTE. A escola e o professor no cinema brasileiro contemporâneo: discursos e hegemonia a partir dos conceitos da Indústria Cultural. Início 2011.

MARIA INÊS ROCHA DE SÁ. Do laptop ao jogo interacional: sentidos circulantes no Fórum de discussão do Programa Conexão Professor (2008-2010). (Sem bolsa/professora do Colégio Pedro II).

2012
BRUNA SOLA S. RAMOS. "O que signifixa isso"? Dos slogans às ressignificações do discurso pedagógico contemporâneo. (Bolsa FAPERJ até 2010/Docente da Universidade Federal de São João Del Rei).

2008
LIGIA KARAM CORRÊA DE MAGALHÃES. Formação e trabalho docente: os sentidos atribuídos às tecnologias da informação e da comunicação. Bolsa: FAPERJ.

2006
GLAUCIA CAMPOS GUIMARÃES. A articulação de linguagens na TV: questões educacionais para a sociedade multimidiática. (Sem bolsa/professora da FFP-UERJ)

TOPO DA PÁGINA


EM ANDAMENTO

Doutorado

ANDRÉA VILLELA MAFRA DA SILVA - A articulação do reducionismo tecnicista à sofisticação tecnológica nas atuais políticas educacionais no Brasil.

MAÍRA TAVARES MENDES – Acesso à universidade: dualismo, mérito e democratização em questão.  

MARIANA DOS REIS SANTOS (Ingresso em 2016).

MATHEUS CASTRO DA SILVA (Ingresso em 2016).

Mestrado

CAMILA MEDEIROS MENDES (Ingresso em 2016).

TOPO DA PÁGINA


Educação e Comunicação   Grupo de Pesquisa Educação e Comunicação   Educação e Comunicação